Skip to content
novembro 4, 2007 / pneto

Rede de Conhecimento a base para o Projeto (Modelagem Conceitual de Banco de Dados)

1) Introdução

A visão da Realidade como uma rede de fenômenos pode ser mais detalhada através do seguinte artigo (Realidade como uma Rede) e reforçada pelo artigo (e-Reality – Ontologia).

Nessa visão da Realidade um fenômeno pode ser um elemento (entidade, objeto) ou uma interação entre elementos (relação ou relacionamento, ligação).


Um dos fenômenos essenciais da realidade é o da emergência. O fenômeno de emergência faz com que “emerjam” outras redes mais “complexas”a partir de redes mais “elementares”.

Dessas redes vamos focar em três sub-redes:

  1. Rede de Conhecimento
  2. Rede de Processos/Estruturas de Negócio
  3. Rede de Artefatos Computacionais (Bancos de Dados, Aplicações, …)

Essas redes podem ser organizadas em níveis como a figura abaixo.

2) Rede de Conhecimento

A Rede de Conhecimento é uma sub-rede da Rede de Fenômenos da Realidade e emerge desta por mecanismos ainda não completamente dominados pela ciência.

No presente artigo serão expostos de maneira despretenciosa e informal alguns desses mecanismos.

Um dos mecanismos (processos) fundamentais para o “fenômeno do conhecimento” é a percepção.

Ao percebermos elementos ou interações (fenômenos da realidade) que apresentam estados semelhantes, acionamos um outro mecanismo (processo) mental – a abstração. Em particular acionamos o mecanismo de abstração do tipo classificação.

Com esse mecanismo classificamos fenômenos que apresentam estados semelhantes em um conceito já existente ou criamos um novo conceito.

3) Fenômenos da Rede de Conhecimento

3.1) Conceitos ou elementos do conhecimento

Conceitos são fenômenos do conhecimento e vão originar aquilo que chamamos de base da Rede de Conhecimento. As interações entre conceitos e entre conceitos e elementos irão representar nossos mecanismos de abstração (classificação, generalização, associação, agregação, …).

3.2) Abstrações ou interações de conhecimento

São PROCESSOS básicos da mente humana para a CONSTRUÇÃO do CONHECIMENTO.

Abstração é um processo através do qual o ser humano “foca” algumas propriedades (características) de fenômenos da realidade e se abstrai de (não considera) outras propriedades (características) não relevantes.

Os mecanismos (interações) de abstração são:

  1. Classificação/Instanciação
  2. Generalização/Especialização (Ex: Classificação/Generalização)
  3. Agregação/Decomposição
  4. Associação

4) Fenômeno da Realidade

4.1) Elemento

4.2) Interação

5) Fenômenos da Rede de Conhecimento

5.1) Termo – Símbolo – Valor – Dado

5.2) Conceito

5.3) Conceito Associativo

5.4) Conceito Construtivo – Construtor Semântico

5.5) Fato – Informação

5.6) Fato Associativo (Propositivo, Assertivo) – Proposição – Asserção

5.7) Regra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: